Petrobras anuncia redução de R$0,15 no preço da gasolina a partir desta sexta-feira – A Noite é Nossa
BRASILDestaques

Petrobras anuncia redução de R$0,15 no preço da gasolina a partir desta sexta-feira

Preço de venda do combustível para as distribuidoras passará de R$ 3,86 para R$ 3,71; na semana passada, valor já havia sido reduzido em R$ 0,20

A Petrobras anunciou, nesta quinta-feira (28), que vai reduzir, pela segunda vez seguida, o preço da gasolina vendida às refinarias. A partir desta sexta-feira (29), o valor médio do litro do combustível passará de R$ 3,86 para R$ 3,71 – redução de R$ 0,15 por litro, que corresponde a um corte de 3,88%.

Na quarta-feira da semana passada, a petroleira já havia reduzido em R$ 0,20 o preço médio da gasolina. A nova redução é divulgada um dia após a companhia anunciar nova diretriz da política de formação de preços de seus combustíveis. Considerando a mistura obrigatória de 73% de gasolina A e 27% de etanol anidro para a composição da gasolina comercializada nos postos, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor passará de R$ 2,81, em média, para R$ 2,70 a cada litro vendido na bomba.

Essa redução acompanha a evolução dos preços de referência, que se estabilizaram em patamar inferior para a gasolina, e é coerente com a prática de preços da Petrobras, que busca o equilíbrio dos seus preços com o mercado global, mas sem o repasse para os preços internos da volatilidade conjuntural das cotações internacionais e da taxa de câmbio.

A Petrobras já havia anunciado ontem, quarta-feira (27), a aprovação de uma Diretriz de Formação de Preços no Mercado Interno. A medida, no entanto, não altera a política de formação de preços vigente, que atrela os preços dos combustíveis produzidos pela estatal aos praticados no mercado internacional.

Conforme comunicado protocolado junto à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a medida “incorpora uma camada adicional de supervisão da execução das políticas de preço pelo Conselho de Administração e Conselho Fiscal, a partir do reporte trimestral da Diretoria Executiva, formalizando prática já existente”.

A diretriz mantém a diretoria da empresa, “ou alçada por ela delegada”, como responsável pela aplicação de reajustes aos preços dos combustíveis vendidos às distribuidoras.

Por G1

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: